Google Adsense: 7 dicas infalíveis para ser aprovado

Tempo de leitura: menos de 1 minuto

O Google Adsense é, atualmente, uma das melhores formas de se monetizar projetos na internet no mundo todo.

A plataforma da Google é uma das mais usadas no mundo todo quando o assunto é monetização de sites, canais de YouTube e Aplicativos

Google Adsense: 7 dicas infalíveis para ser aprovado 1

Uma das vantagens do Google Adsense são os anúncios bem segmentados baseados no histórico de busca e comportamento dos usuários.

Esses anúncios personalizados são muito eficientes, além de intuitivos para qualquer site. Fatores que contribuem decisivamente para gerar cliques e visualizações em anúncios de sites e canais.

Outra vantagem do Google Adsense é que você ganha em dólar. Isso quer dizer que, a cada clique em anúncio (ou mil visualizações no caso de canais do YouTube) o proprietário ganha um valor ‘x’ que é contabilizado em dólar.

Ou seja, seus ganhos são ainda maiores em relação a outras plataformas.

Como cadastrar-se no Google Adsense

Qualquer pessoa pode ter uma conta no Adsense. No entanto, é necessário possuir um site/blog, aplicativo ou canal no YouTube para cadastrar-se.

Não tem? Leia este artigo sobre como criar um blog a partir do zero em 2019.

Para realizar o cadastro, é necessário ter em mãos dados como: CPF, endereço e um telefone (pode ser celular).

O cadastro é simples, porém, como dito acima, você precisará possuir um site ou blog, ou canal no YouTube.

Após preencher todos os campos, você precisará aguardar a análise e aprovação da plataforma.

Algumas pessoas são reprovadas por não tomarem alguns cuidados básicos, os quais destaco a seguir.

Google Adsense
Foto: Reprodução/Google Adsense

Dicas infalíveis para ser aprovado no Google Adsense

Apesar de ser bastante criterioso na aprovação, o Adsense destaca em seus termos de uso alguns pontos importantes para quem pretende veicular seus anúncios.

Em meus projetos, sigo rigorosamente as táticas a seguir. São elas:

1 – Adquirir um domínio personalizado

Ter um domínio personalizado, além de dar um ar mais profissional ao seu projeto, ajuda na hora da aprovação.

Isso porque, apesar de o Google Adsense aceitar domínios Blogspot, esses nem sempre estão qualificados a exibirem anúncios.

Além do mais, para se ter ganhos expressivos com o Google Adsense você precisará de um tráfego bom em seu site.

Domínios com extensão blogspot costumam não atrair tantas visitas quanto os com extensão .com e .com.br, por exemplo.

Como falei antes, o Adsense é criterioso e, muitas vezes, esses critérios não são muito claros.

Na maioria das vezes você não saberá por quais motivos seu site Blogspot não está apto a exibir anúncios.

Dessa forma, o melhor a se fazer é adquirir um domínio personalizado e deixar seu site com a sua cara.

2 – Página de privacidade GDPR

GDPR é um projeto para proteção de dados e identidade dos cidadãos da União Europeia que começou a ser idealizado em 2012 e foi aprovado em 2016.

Desde o ano passado, o Google passou a exigir de sites a obrigatoriedade da inclusão de uma página de privacidade GDPR.

Essa página precisa informar ao visitante, de forma clara, quais dados são coletados e de que forma esses dados são utilizados pelos mesmos.

Mas, calma, não é um bicho de 7 cabeças.

Atualmente, o próprio WordPress oferece um modelo de página GDPR que pode ser gerado e usado no seu site.

Há também alguns plugins do WordPress que ajudam nessa solução.

3 – Páginas de Contato e Sobre

O Google valoriza, sobretudo, a experiência do usuário no seu site.

Por isso, é importante usar todos os recursos disponíveis para passar confiança a eles.

Conte um pouco da sua história (página Sobre) e torne-se acessível ao visitante (página de Conato).

É primordial ter essas duas páginas funcionais no seu site, se quiser ser aprovado no Google Adesnse.

4 – Conteúdo é importante

Apesar de haver controvérsias, o conteúdo também é importante na hora da aprovação no Google Adsense.

Adicionar pelo menos 10 posts com um número razoável de palavras (500 ou 600) contribui para a aprovação, no caso de sites/blogs.

Isso porque, esses posts, junto com uma combinação de outros fatores, afasta a impressão de que seu site está inacabado.

O que, aos olhos do Adsense, não é bem visto.

Além de, uma vez bem estruturados, podem ranquear bem nos mecanismos de busca, atraindo visitantes para o seu site.

5 – Certificado SSL

Certificado SSL é basicamente aquele cadeado verde que fica no canto superior esquerdo da tela do computador, ao você acessar um site.

Aprovar Google Adsense

Esse certificado é importante para seu site, pois ele protege dados e outras informações das pessoas que o visitam.

O SSL criptografa essas informações, fazendo com que o acesso por parte de terceiros torne-se mais difícil.

Algumas plataformas de hospedagem oferecem gratuitamente o certificado. Em outras, é necessário comprar um.

De toda maneira, esse certificado é de extrema importância para sua aprovação no Google Adsense.

6 – Experiência do Usuário

O Google não gosta de projetos que passam a impressão de estarem inacabados, difíceis de acessar e lentos.

Isso dificulta a experiência do usuário, fazendo com que ele perca o interesse e saia do site. Aumentando assim, entre outros fatores, a sua taxa de rejeição.

Oferecer uma boa experiência é fator primordial para o sucesso de qualquer projeto online. Aliado, é claro, a um conteúdo bem informativo e que sane as necessidades de quem lê.

7 – Mandar Tráfego

Esse é mais um fator controverso. Embora tenha ouvido relatos de pessoas que tiveram sites aprovados com praticamente zero de tráfego, eu recomendo que, se possível, consiga uma certa audiência para o seu site antes de mandar a solicitação ao Google Adsense.

Afinal, melhor pecar por excesso do que chorar depois que não conseguir aprovação.

As redes sociais estão aí e são grandes fontes de tráfego gratuito. Então, o que está esperando?!

Conclusão

Ter um site ou blog aprovado no Google Adsense não é difícil, porém, se não forem seguidos alguns critérios importantes, suas chances de aprovação serão minimizadas.

Por isso, pesquisar e estudar a plataforma nunca é demais.

Seguir cada passo dos citados nesse post não garantem sua aprovação, mas aumentam e muito suas chances.

No mais, caso não tenha seu site aprovado de primeira, não se desespere.

Identifique seus possíveis erros e corrija-os imediatamente. Persistência é a chave da aprovação. E do sucesso.

Bons negócios!

Google Adsense: 7 dicas infalíveis para ser aprovado 2

Compartilhe isso!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.